Innovare Recursos Humanos

O que oferecemos

Recrutamento e Seleção

E processo executado de forma eficiente, as empresas precisam determinar alguns critérios para a contratação de novos profissionais. Elas trazem diversas vantagens para os negócios, potencializando a qualidade dos talentos admitidos.

Redução do turnover e de custos de contratação

Por meio das melhores estratégias, é possível criar um processo de recrutamento e seleção mais preciso, que saberá escolher os candidatos ideais para os cargos vagos.
Ao escolher os profissionais mais capacitados, as chances de que ele desista ou não dê conta do trabalho são menores. Dessa forma, é possível reduzir consideravelmente os gastos com demissão recorrentes.

Melhor aproveitamento do tempo

Ao elaborar um processo de recrutamento e seleção bem organizado, com todas as informações bem definidas, a equipe de RH não precisa gastar tempo atendendo telefonemas e e-mails com dúvidas sobre a vagas.
Dessa forma, o processo torna-se otimizado e o RH terá mais tempo para realizar as demais etapas do processo, como a triagem dos currículos, seleção e análise de candidatos.

Contratação de talentos

A otimização do processo de recrutamento e seleção consiste ainda em etapas que realizam análises curriculares, seleção e entrevistas profundas.

Quais as principais etapas do processo de Recrutamento e Seleção?

Antes de mais nada, é preciso entender quais são as necessidades da empresa e o que ela espera de um novo colaborador.
Para isso, o RH deve definir com detalhe, quais serão as funções que o novo trabalhador vai desenvolver, as habilidades e competências esperadas.
Isso é feito pelo desenho dos cargos, que nada mais é do que um documento que concentra informações valiosas sobre a atividade a ser desenvolvida. Os detalhes que devem constar nesse documento são:
informações do perfil do profissional;
requisitos e competências mínimas para contratação;
principais atribuições do cargo, horário de trabalho, responsabilidades, remuneração e benefícios, entre outras informações importantes.

Após definir as necessidades da vaga, é a hora de buscar pelos aspirantes ao cargo. Portanto, a próxima etapa do processo de recrutamento e seleção é a divulgação no mercado para atrair os candidatos ideais.
É necessário utilizar uma job description otimizada em publicações em redes sociais, sites especializados e agências de recursos humanos.

Em seguida, é preciso realizar uma triagem para separar aqueles currículos que não possuem perfil para a vaga.
Essa etapa é primordial para que o RH identifique os melhores profissionais e os passe para a próxima etapa.
A triagem de currículos precisa ser precisa, cruzando as necessidades apontadas no perfil do cargo com as competências do profissional.

Ao identificar os melhores currículos, o próximo passo para um recrutamento e seleção bem-sucedido é convocar os aspirantes para uma entrevista pessoal.
Assim, será possível identificar as habilidades dos profissionais, analisar seus comportamentos e checar as informações de seus currículos.
Essa primeira entrevista se trata de primeiro contacto e deve ser rápido e superficial. Não é necessário que seja pessoalmente; uma videoconferência ou chamada telefônica será o suficiente.  

Dependendo o cargo a ser ocupado, será necessário aplicar provas específicas para testar os conhecimentos técnicos dos candidatos.
Sua empresa pode optar por provas de conhecimento, testes psicológicos, de personalidade e simulações grupais, onde poderão provar suas capacidades de trabalho em equipe.

Dependendo o cargo a ser ocupado, será necessário aplicar provas específicas para testar os conhecimentos técnicos dos candidatos.
Sua empresa pode optar por provas de conhecimento, testes psicológicos, de personalidade e simulações grupais, onde poderão provar suas capacidades de trabalho em equipe.

Após isso, o RH já terá um profissional em mente, mas antes de dar a notícia, é fundamental comprovar que todas as informações sobre ele sejam verdade.
Para isso, é possível entrar em contato com seus empregadores anteriores e pedir referências sobre seu desempenho e a veracidade dos dados fornecidos.

Finalmente, chegou o momento de comunicar ao profissional que ele foi escolhido.
A empresa deve convidá-lo para assinar o contrato, preencher todos os documentos necessários, agendar o exame de admissão e mostrar as instalações da organização.
Além disso, é importante ser cordial com os demais candidatos que participaram do processo.
Portanto, um e-mail ou ligação dando um feedback educado pode passar uma imagem positiva sobre a empresa.

Avaliação Psicológica

Os testes psicológicos são ferramentas de uso exclusivo do profissional da Psicologia e permitem o conhecimento mais aprofundado de alguns traços comportamentais e de personalidade dos avaliados. Os testes ou avaliações psicológicas costumam fazer parte das primeiras etapas de seleção nas empresas. É pelo resultados deles que os psicólogos contraindicam boa parte dos candidatos.
O que acontece é que, por meio de um teste psicológico, o avaliador consegue perceber se o candidato tem o perfil para a vaga que almeja alcançar. O que torna o processo de seleção e recrutamento mais ágil e objetivo.
Entre um bom número de candidatos, os testes psicológicos servem como verdadeiros medidores das diferenças existentes ou, ainda, o comportamento de uma mesma pessoa diante de diferentes situações.
Os testes são estímulos que geram uma resposta e acontecem de forma padronizada. Tudo o que faz parte de uma avaliação dessas é considerado uma situação experimental. As condições como: local de aplicação, materiais utilizados, instruções, etc., devem ser um padrão para todos os candidatos.
O registro das respostas é muito importante e deve ser preciso e realizado por pessoas confiáveis. Só assim os resultados não sofrerão alterações.

Ao elaborar um processo de recrutamento e seleção bem organizado, com todas as informações bem definidas, a equipe de RH não precisa gastar tempo atendendo telefonemas e e-mails com dúvidas sobre a vagas.
Dessa forma, o processo torna-se otimizado e o RH terá mais tempo para realizar as demais etapas do processo, como a triagem dos currículos, seleção e análise de candidatos.

Avaliação de Desempenho

Através da avaliação de desempenho é possível identificar novos talentos dentro da própria organização, por meio da análise do comportamento e das qualidades de cada indivíduo. Gerando, assim, novas possibilidades para remanejamento interno de colaboradores. Além de poder oferecer bonificações e premiações aos funcionários que mais se destacarem na avaliação.
Outra vantagem é a possibilidade de gerar um feedback mais fácil aos funcionários analisados e gestores, uma vez que tem como resultado informações relevantes, sólidas e tangíveis para um resultado eficiente. Este feedback faz com que os avaliados queiram investir ainda mais em seu desenvolvimento, melhorando seu desempenho e trazendo vantagens para a empresa.
Este método é importante, também, para eliminar achismos e palpites quando da avaliação de um funcionário. É um meio de obter informações reais e avaliar de perto as implicações de uma possível mudança na gestão de recursos humanos da empresa.
Por isso, manter este tipo de avaliação pode trazer muitos benefícios e mudanças positivas na gestão de pessoas de uma organização, seja qual for o seu tamanho. Com ela o gestor pode avaliar melhor seus subordinados, melhorar o clima de trabalho, investir no treinamento de seus pares, melhorar a produtividade, desenvolver os métodos de remuneração, fazê-los trabalhar de forma mais eficiente etc. Todos ganham quando uma equipe é avaliada de forma satisfatória pelos gerentes.

Pesquisa e Diagnóstico Organizacional

Acreditamos que para uma empresa conseguir prosperar em qualquer área, é essencial conhecer o estado real em que se encontra.
Afinal, traçar objetivos também demanda saber qual será seu ponto de partida.
Ao saber como fazer um diagnóstico organizacional empresarial, você poderá compreender seu negócio com maior embasamento.
Você conseguirá detectar, por exemplo, qual o grau de maturidade da organização, realizar comparações de desempenho atual com aquele que é esperado, e até compreender quais áreas são mais importantes para os resultados do seu negócio.
Identificar pontos fortes e fraquezas
Ao conseguir fazer uma análise detalhada, será possível identificar quais são os pontos fortes e fracos que uma empresa está apresentando.
Com isso, estratégias mais certeiras serão criadas para resolver os problemas detectados, bem como se aproveitar dos pontos positivos.
O resultado será não somente um planejamento mais eficiente, mas resultados mais expressivos, o que tornará a organização mais competitiva em seu mercado de atuação.
Cultura organizacional
Realizando um diagnóstico, também será possível detectar as características da cultura organizacional.
É importante determinar se está havendo um alinhamento dos colaboradores com a missão, visão e valores de sua empresa.
Esse fator impacta diretamente na produtividade e no engajamento dos funcionários.
Tomada de decisão mais rápida e eficiente
Ao ter uma visão mais profunda de seus negócios, com uma ideia clara dos problemas e oportunidades, será muito mais fácil tomar de decisões.
É como ter em mãos todas as cartas necessárias para fazer uma boa jogada: além da agilidade, as chances de decidir com maior precisão aumentam expressivamente.

Coaching e Assessment

O coaching, por sua vez, é uma metodologia voltada ao desenvolvimento pessoal e profissional.
Portanto, o termo “coaching assessment” representa um conjunto de técnicas de avaliação usadas para potencializar as habilidades humanas.
Na prática, o coach realiza questionários e entrevistas para identificar as características do colaborador.
Com base nesse levantamento, é possível reconhecer as competências do profissional e trabalhar estratégias e ações para que esses atributos sejam maximizados.
O coaching assessment pode ser adotado em diversas ocasiões.
Entretanto, existem três cenários em que ele é mais comum:
No processo de recrutamento e seleção de novos funcionários
Na realização de um diagnóstico interno da organização
No planejamento de carreira.
Essas são as principais aplicações do coaching assessment.
E, com relação aos tipos existentes, são mais frequentes: assessment pessoal, cultural e de desempenho. Este último, no entanto, tem sido menos utilizado.
O assessment pessoal tem o objetivo de determinar as aptidões do indivíduo e usá-las para impulsionar o crescimento.
O segundo, cultural, é voltado para o alinhamento entre o funcionário e a filosofia da empresa. Já, o assessment de desempenho, consiste em apontar padrões de comportamento que possam impedir a performance.
Portanto, ao entender que a técnica é responsável por estimular o processo de autoconhecimento e desenvolvimento, pode-se refletir sobre os principais benefícios.
Uma das vantagens de usar as ferramentas do coaching assessment é reconhecer os perfis comportamentais e profissionais presentes em uma organização.
E, dessa forma, designar atividades e funções de acordo com as competências e habilidades.
Profissionais que exploram suas aptidões conseguem desempenhar um trabalho mais assertivo e qualificado. Assim, a organização também é beneficiada com a produtividade.
Cabe ainda destacar o coaching assessment como um meio importante para a motivação e o cumprimento de metas e objetivos.

Gestão de Estagiários

Disponibilizamos para as empresas a contratação de estagiários de acordo com as leis vigentes.
Realizamos a seleção de estudantes conforme o perfil solicitado, bem como, a administração do contrato do aluno junto a sua empresa e Instituição de Ensino.
O nosso atendimento é personalizado conforme a demanda solicitada e fornecemos assessoria durante a vigência do estágio sobre aspectos técnicos, administrativos e comportamentais no que tange o seu potencial de desempenho.

Cursos, Palestras, Treinamentos e Workshop

Palestra: reunião de pessoas com curta duração (cerca de 1 ou 2 horas) e que se concentra no discurso de apenas uma pessoa. O objetivo das palestras é informar ou ensinar sobre determinado tema. Geralmente, no final dessa apresentação há um espaço para perguntas e respostas – sendo essa a única interação entre plateia e palestrante.
Treinamento: neste tipo de método, o objetivo é capacitar o profissional para determinada área ou assunto. Durante o treinamento, as pessoas aperfeiçoam suas habilidades a respeito do seu ramo para depois aplicá-la na vida profissional. Há diversos tipos de treinamento e a duração pode variar de acordo com a característica, podendo ser dividido por etapas ou fases.
Curso: nesta modalidade, a característica principal é a formação e profissionalização. A pessoa aprende sobre determinado assunto/área. Pode envolver tanto teoria quanto prática na sua grade curricular e explana sobre diversos temas dentro do assunto proposto no curso. A sua duração pode variar muito, de semanas a meses, dependendo da quantidade de aulas disponibilizadas por semana ou período.
Workshops: acontecem por meio de processos de aprendizagem em que habilidades específicas são estimuladas e desenvolvidas em equipe, de forma rápida, objetiva e direta. Ou seja, workshops na empresa são voltados para o crescimento pessoal e profissional em nível de conhecimento, habilidade e atitude.
Assim, as principais vantagens obtidas com eles são:

Economia e conveniência, já que os workshops podem ser realizados na empresa, o que reduz gastos com deslocamento da equipe

Procedimentos e práticas ajustadas à realidade e necessidades da organização e seus colaboradores

Engajamento dos funcionários na cultura da empresa

Incentivo a atitudes que colaborem para o desenvolvimento da organização

Favorecimento de atitudes proativas

Adaptação para lidar com mudanças de processos internos

Preparação pessoas para novos cargos

Comunicação e interatividade

Redução de custos na busca por objetivos empresariais

Quais os resultados que o workshop traz para a empresa?

Para treinamentos:

Com o workshop dentro da empresa, é possível ajustar os temas e questões a serem trabalhadas dentro da realidade cotidiana da empresa e de seus colaboradores. Isso faz com que os conceitos sejam mais bem percebidos e assimilados pelos funcionários, aumentando a eficiência do treinamento personalizado. Dessa forma, os participantes trabalham nas suas questões reais e criam planos de ação e estratégias, a fim de lidarem com elas de forma mais integrada às necessidades da organização.

Confiança dos colaboradores:

Como os workshops são práticos e podem acontecer dentro da própria empresa, os colaboradores se sentem mais confiantes para exercerem seus cargos, além de se sentirem mais capazes para avaliar e executar processos, já que todo o curso é desenvolvido dentro da realidade deles. Como consequência, eles caminham mais seguros para propor melhorias e sugerir inovação para a empresa

Engajamento:

Além de aumentar a autoestima da equipe, a qualificação dos profissionais demonstra que a organização os valoriza. Esse aumento no nível de satisfação favorece o maior comprometimento e engajamento dos funcionários na execução de suas atividades. Com os workshops, ainda é possível integrar a equipe à cultura da organização, para que se sinta parte do ambiente organizacional — aumentando o engajamento. Dessa forma, eles também trabalham mais motivados, e tanto empresa quanto colaboradores saem ganhando.

Aumenta a produtividade:

Mais uma vez, a elevação do nível técnico e emocional dos funcionários traz resultados diretos para a produtividade da empresa. Pessoas motivadas e capacitadas realizarão com maior eficiência e perfeição técnica seus trabalhos, sendo, portanto, mais produtivos.

Diminui o turnover:

Quando as pessoas recebem o treinamento de equipe adequado, dentro da realidade da empresa e suas funções, passam a ter uma boa produtividade e confiança, o que fortalece seu vínculo com a organização — reduzindo a possibilidade de que o funcionário queira mudar de emprego. Como resultado, a empresa aumenta a qualidade de serviço e reduz investimentos em captação de talentos.